Amazonino anuncia liberação de recursos aos municípios antes da eleição

Amazonino reconheceu o esforço dos prefeitos em manter os serviços do Estado com os poucos recursos que tem e chegou a hora da sua contrapartida depois da boa performance da Sefaz que possibilitou dispor de R$ 200 milhões para esse primeiro repasse.

Com uma plateia lotada pelos 62 prefeitos, o governador Amazonino Mendes, justificou que esse momento do foi possível pelo trabalho e empenho da Fazenda estadual e anunciou que vai liberar verbas para investimentos a serem feitos diretamente pelos prefeitos em setores urgentes. Ele disse que sabe dos grandes problemas enfrentados nos municípios nas áreas de saúde, segurança e rede viária das cidades e estradas vicinais que refletem nas outras áreas. “Os municípios adimplentes ou em condições de resolver o problema, quero reunir imediatamente, vamos tratar das pautas locais”, anunciou o governador.

A preocupação de Amazonino é justificada pelo tempo curto até 7 de julho quando a legislação eleitoral impede ações repasse de governo. Além do mais o governador prometeu novos recursos em breve após regularizar os fundos que o Estado vai receber da União. Um grupo de trabalho será criado para apoiar as prefeituras que estão inadimplentes a ficarem aptos imediatamente. A partir de segunda-feira Amazonino vai receber individualmente todos os prefeitos e sera feito um mutirao para resolver as pendências das prefeituras.

O prefeito de Manaquiri, Jair Souto, esclareceu ao governador que a maioria dos municípios estão sim regulares com o governo estadual e aptos a receberem os recursos anunciados na reunião. “Há um conflito de compreensão quanto a inadimplência, pois a maioria dos municipios aqui já estao aptos com a legislacao estadual. Estamos felizes com a iniciativa do governo e fizemos um estudo que vai muito além das necessidades de urgência. Em Manaquiri fizemos um plano de governo pata otimizar os poucos recursos”, disse Souto. Em seguida o vice-governador, Bosco Saraiva, confirmou que 37 municípios estão adimplentes e os outros com pequenos óbices facilmente sanáveis.

Uma proposta lançada pelo prefeito de Envira, Ivon Rates, de reservar 10% dos repasses para investimento direto pelo governo em telemedicina. Amazonino elogiou a iniciativa, mas lembrou que a necessidade maior está em realizar exames pata auxiliar os diagnósticos médicos.

O governador anunciou um investimento definido de mais de R$ 50 milhões no linhão de Rondônia das usinas de Santo Antônio e Girau que vai aumentar a oferta de energia e levar grande investimentos ao município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here