Amazonas Energia realiza grande operação de combate ao furto de energia e inadimplência com apoio da PM

A ação conta com 50 equipes da Distribuidora e com o reforço da Polícia Militar. (Foto: Divulgação)

A Amazonas Energia está realizando a partir desta terça-feira (11), até a próxima sexta-feira (14), uma grande operação de combate ao furto de energia e inadimplência, na Avenida Autaz Mirim (Grande Circular), indo do bairro São José Operário até o Cidade de Deus e adjacências, na Zona Leste de Manaus. A ação conta com 50 equipes da Distribuidora e com o reforço da Polícia Militar.

Dívidas de empreendimentos ao longo da Autaz Mirim, somam o total de R$ 13,3 milhões. Até sexta, 941 clientes atendidos por baixa tensão serão inspecionados, assim como 80 inspeções em unidades consumidoras atendidas por média tensão, somando 1.021 inspeções ao longo da Avenida, na qual é conhecida por grande movimentação de comércio. A Amazonas Energia está com o atendimento itinerante no Ginásio Zezão, localizado na via, até sexta, no horário de 8h às 16h, para facilitar qualquer tipo de negociação e solicitação de serviços.

Orientamos que as denúncias de furto de energia podem ser realizadas por meio das centrais de atendimento da Empresa, pelo telefone 0800 701 3001, pelo aplicativo de celular “Amazonas Energia” disponível no Google Play e App Store, pelo canal de denúncias do site no link http://www.amazonasenergia.com/cms/index.php/portal-do-cliente/fale-conosco/denuncia-de-fraude/ ou pelos telefones da DECFS 3622-7837 / 3622-7303.

Destacamos que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171. Todos pagam a conta do furto de energia praticado em residências, comércios e indústria. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inclui nos cálculos da tarifa de energia as perdas por irregularidades. Os efeitos das ligações clandestinas são danosos para todos os consumidores, diversas ocorrências de interrupção de energia são provocadas por esta prática ilegal.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here