Álvaro Campelo vai propor a Criação da Secretaria Municipal de Assuntos Indígenas

Lideranças indígenas de mais da metade dos municípios amazonenses estiveram reunidas ontem (24) na sede da reitoria da UEA, em Manaus, com a presença do vereador Álvaro Campelo, presidente da União dos Vereadores do Estado do Amazonas (Uveam), convidado para o encontro que deu continuidade ao processo de discussão da indicação do nome do indígena Francisco Mayoruna para o cargo de Presidente da Federação Estadual do Índio (FEI). Durante o encontro, o líder indígena, advogado e professor Orlando Baré, sugeriu a criação da Secretaria Municipal de Assuntos Indígenas, a ser apresentada no início dos trabalhos da Câmara Municipal em fevereiro próximo. 

Para Orlando Baré “é preciso a continuidade da discussão, porque a política pública é resultado de construções entre o governo e as nações indígenas. E para que se chegue agora a resultados concretos, se faz necessário que os indígenas assumam também funções dentro do estado, seja através das políticas partidárias ou através das Câmaras de Vereadores, com seus representantes.” 

Ao final do encontro, o vereador Álvaro Campelo falou à imprensa. “Acredito que, pela primeira vez, o movimento indígena do Amazonas está efetivamente organizado, ao colocar um nome, o Francisco  Maioruna, para ser o presidente da FEI. Esperamos que o Governo acolha o nome de consenso, indicado e legitimado durante recente assembleia indígena, o que ratifica a importância de se ter um nome indígena à frente da Fundação. Como representante da União dos Vereadores do Estado do Amazonas (Uveam), que tem representantes indígenas que também estão apoiando esta causa, achamos extremamente importante a realização desta discussão, para o fortalecimento das políticas públicas voltadas para os povos indígenas”, disse. 

O encontro foi presidido pelo antropólogo e professor Ademir Ramos, representando o Governo do Estado para as questões indígenas locais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here