Álvaro Campelo fiscaliza escola no Mauzinho

"Constatei problemas na parte elétrica do prédio, a precariedade da quadra de esportes e a necessidade de reforçar a estrutura do imóvel, que fica ao lado de um barranco", disse Campelo

Atendendo à solicitação de alunos da Escola Estadual Benedito Almeida, localizada no bairro do Mauazinho, (zona Sul de Manaus), o deputado estadual Álvaro Campelo (PP), acompanhado da representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Joana Fontoura, realizaram nesta terça-feira (16), uma visita à instituição de ensino para verificar denúncias que foram feitas durante Audiência Pública sobre os direitos das crianças e dos adolescentes no dia 12 de abril.

De acordo com o deputado, a fiscalização é necessária para constatar as denúncias e cobrar providências para dar melhor qualidade de ensino aos alunos. “Durante a Audiência Pública em conjunto com a Unicef, alunos da Escola Benedito Almeida trouxeram essas reclamações e pediram que eu fosse ao local para conferir de perto a situação. Visitando a escola, constatei problemas na parte elétrica do prédio, a precariedade da quadra de esportes e a necessidade de reforçar a estrutura do imóvel, que fica ao lado de um barranco. Esse é nosso papel: fiscalizar, interceder e cobrar das autoridades competentes as medidas necessárias”, disse Campelo.

(Foto: Divulgação)

De acordo com a gestora da escola, Lucicleide Avelino, essa iniciativa do parlamentar vai ajudar de forma efetiva nas soluções das demandas junto à Secretária de Educação do Estado (Seduc). “A presença do deputado em nossa unidade vai contribuir muito para nossos alunos terem um espaço adequado no desenvolvimento das suas atividades com a qualidade que merecem”, afirma Avelino.

A representante do Unicef na Amazônia, Joana Fontoura, relata que, no Brasil, 2,8 milhões de jovens na faixa etária de 04 a 17 anos de idade, não frequentam instituições de ensino. “Nosso objetivo é realizar um trabalho conjunto com o Legislativo, através do deputado Álvaro Campelo, para fornecer a estrutura adequada aos alunos. A qualidade de ensino nas escolas é a chance de escrever um futuro diferente a esses jovens”, destacou Fontoura.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here