Álvaro Campelo cobra regularização de telefonia no interior e apoia greve do professores

(Foto: Divulgação)

Na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), na manhã desta terça-feira, (07), o deputado estadual, Álvaro Campelo (PP), cobrou mais uma vez a imediata estabilização do sinal de telefonia em Juruá (distante 674 km de Manaus em linha reta) e nos demais municípios da calha, que há um mês, estão sem os serviços da Tim. A denúncia do descaso da empresa chegou ao parlamentar, que é membro titular da Comissão de Defesa do Consumidor da Aleam, através do vereador Raimundo Nonato (PSL), de Juruá.

De acordo com o deputado, este é um problema recorrente no interior do Estado, que precisa de uma atenção especial dos responsáveis pelos serviços ofertados e providências mais duras por parte dos órgãos de defesa do consumidor. “Faço aqui novamente um apelo em nome dos moradores do interior, em especial dos municípios da calha do Juruá, onde a população continua isolada pela falta de qualidade dos serviços oferecidos pela Tim. Já havia solicitado, nesta tribuna, providências para estabilização do sinal na localidade e simplesmente nada foi feito. Venho mais uma vez cobrar medidas urgentes e pedir a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado, que convoque a empresa Tim, para prestar os devidos esclarecimentos sobre a precariedade dos serviços assim e tomar devidas providências para a imediata solução dos problemas”, afirmou Campelo.

Na oportunidade, o deputado progressista reforçou, ainda, a necessidade da implantação de unidades do Procon Estadual nos municípios, principalmente aqueles que estão mais distantes da capital, com foco na resposta rápida às denúncias e na resolução das demandas dos consumidores.

O parlamentar finalizou o discurso, reiterando seu apoio aos professores que estiveram presentes no Plenário Ruy Araújo, nesta manhã de terça-feira. “Deixo aqui meu total apoio à causa e me coloco à disposição para contribuir neste diálogo com o Governo do Estado. A educação deve ser tratada como prioridade em qualquer circunstância”, afirmou o deputado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here