Alunos de escola do interior são contemplados com atividades culturais em Manaus

(Foto: Divulgação)

A Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM) levou na sexta (29), alunos do 4º ano da escola municipal Professora Érvila Souza de Assis, de Iranduba, para realizar passeios e atividades culturais em Manaus.

A primeira parada da turma de estudantes foi nos estúdios da TV Band, onde os alunos tiveram a oportunidade de conhecer de perto como funcionam os bastidores da televisão, ao participarem do programa Cidade Urgente, apresentado por Álvaro Campelo que também preside a ‘Comissão’ na Aleam.

O passeio continuou no Museu da Amazônia (MUSA) um dos principais pontos turístico da capital amazonense, onde os alunos aprenderam mais sobre a flora e fauna amazônicas, enquanto percorriam trilhas que levavam às atrações do museu como as exposições, o aquário de peixes amazônicos e o lago de vitórias-régias.

Segundo Campelo, o objetivo da ação, visa realizar atividades diversificadas fora do município e proporcionar novas experiências aos estudantes. “Esse passeio é mais do que a possibilidade que essas crianças têm de terem um dia de entretenimento. São crianças humildes, que moram em comunidades distantes e estão tendo a oportunidade de sair do local onde moram , podendo ter novas experiências. Realmente fico muito feliz em poder proporcionar, através da Comissão, esse dia diferenciado para essas crianças”, disse o parlamentar Progressista.

Para os estudantes, a visita também faz a diferença na hora de assimilar conteúdos vistos em sala de aula. “Aqui, a gente consegue ver muita coisa sobre a história e curiosidades do nosso Estado”, garantiu a aluna Lívia Silva, de 9 anos.

Na avaliação da pedagoga Auxiliadora Benacon, a iniciativa é de grande importância para as escolas, porque reforça na prática o aprendizado adquirido na sala de aula. ” O que a Comissão está proporcionando a essas crianças, eles nunca vão esquecer. O aluno precisa sair da sala de aula para entrar em contato com novas experiências”, diz a educadora.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here