Aluno abre fogo em escola de Goiânia e deixa mortos e feridos

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Um ataque a tiros em uma escola de Goiânia, em Goiás, deixou ao menos dois mortos e pelo menos quatro feridos, nesta sexta-feira. Após o ocorrido, uma professora do Colégio Goyazes ligou para o Corpo de Bombeiros pedindo ajuda. A assessoria dos militares destacou que a mulher pediu socorro relatou que uma pessoa entrou na instituição de ensino e realizou disparos de arma de fogo contra crianças e adolescentes. O atirador tem 14 anos, é aluno do colégio e filho de policiais militares, segundo a Polícia Civil.

Os feridos — uma menina e três meninos — têm entre 12 e 13 anos. O acusado entrou com a arma, uma pistola .40, na mochila e acabou apreendido. Uma imagem que circula pelas redes sociais mostra o jovem sentado, com as mãos para trás, sendo questionado por um policial militar dentro de uma sala de aula.

Reprodução/Facebook

A escola fica no bairro Conjunto Riviera. Os bombeiros enviaram cinco viaturas de resgate e um helicóptero para o local. A vítima em estado mais grave já foi resgatada pela aeronave e levada à Hospital de Urgências da cidade. As demais foram encaminhadas à mesma unidade de saúde.

A Polícia Militar e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) estão na escola. O delegado da Divisão Estadual de Investigações de Homicídios, Francisco Júnior, chegou ao local.

O Colégio Estadual Irmã Gabriela, que fica na mesma rua, informou que estuda a possibilidade de suspender as aulas. / Por Agência O Globo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here