Águas de Manaus faz melhorias no abastecimento e esgotamento sanitário da capital

Foto: Divulgação

Em 350 anos de história, Manaus apresentou crescimento urbano e populacional acentuado e, atualmente, já possui mais de 2 milhões de habitantes. A Águas de Manaus acompanha esse crescimento vegetativo da cidade. Desde que assumiu a gestão do saneamento básico, a concessionária avançou em vários pontos da cidade com obras, entregas e consolidação de projetos, seguindo o compromisso de para melhorar ainda mais os índices de tratamento de esgoto e distribuição de água nos próximos anos.

Atualmente, o abastecimento de água conta com 4 Estações de Tratamento de Água em operação e 50 poços ativos. Também fazem parte do sistema 245 quilômetros de adutoras de água tratada de 150 a 1800 mm. Ao todo, a capital possui 182 reservatórios com capacidade de armazenamento de 192.500 milhões de litros de água. Com uma rede de 3.600 km de rede de distribuição de água, a Águas de Manaus faz a distribuição com atendimento de 98% da área urbana da capital.

Ao todo, mais de 2.2 milhões de pessoas são beneficiadas com os serviços da concessionária. O atendimento sobre serviços de água funciona 24horas/dia, com a cidade monitorada por profissionais do Centro de Controle Operacional (CCO) que verificam ocorrências no abastecimento dos bairros da capital.

Além disso, a concessionária realiza mais de 30 mil análises mensais para controle do tratamento da água onde são analisados o PH, cloro, flúor e outros componentes que são administrados por profissionais nas ETAS para garantir a qualidade da água tratada fornecida para a população. A concessionária também conta com mais de 600 pontos de coleta distribuídos pela cidade para analisar e manter a água em qualidade potável.

Outro avanço desde o início da gestão da Águas de Manaus diz respeito ao esgotamento sanitário. Hoje, a concessionária conta com 600 km de rede coletora, interceptores e coletores tronco de esgoto, além de 49 sistemas de coleta e tratamento em conjuntos habitacionais e áreas centrais da cidade. Manaus possui 46 elevatórias que auxiliam no transporte do esgoto residencial até às Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’S).

Ao todo, 1,500 milhão metros cúbicos por mês de esgoto é coletado e tratado dentro das unidades da empresa, beneficiando 110 mil habitações com ligações de esgoto e atendimento direto a 390 mil moradores. A capital conta também com 68 estações de tratamento de esgoto em operação. Neste cenário, Manaus possui a maior estação de tratamento de esgoto da Região Norte, a ETE Timbiras, com capacidade para tratar 230 litros por segundo e devolve a água ao igarapé com nível de pureza superior a 95%.

Outras estações de tratamento de esgoto recém-inauguradas são a ETE Villa Nova, com capacidade para tratar 16 litros por segundo, beneficiando mais de 12 mil pessoas. A ETE Ayapuá Xingu tem capacidade para tratar 27 litros por segundo, melhorando a qualidade de vida de mais de 10 mil pessoas. Ao todo, a capital possui 40 km de novas redes coletoras e benefício de 100 mil pessoas.

Projetos – Em um ano, projetos com foco em ações para aproximar a concessionária da população foram consolidados. O Vem Com a Gente, por exemplo, já beneficiou mais de 460 mil manauaras e passou por mais de 150 mil residências em 23 bairros visitados. Entre os locais que receberam equipes de atendimento e serviços estão Cachoeirinha, Raiz, Colônia Oliveira Machado, Praça 14 de Janeiro, Educandos, Glória, São Raimundo, Presidente Vargas, Aparecida, Santo Antônio, Santo Agostinho, São Jorge, Vila da Prata, Nova Esperança, Lírio do Vale, Compensa, Cidadão X e Tarumã, São Geraldo, Chapada e Centro.

Outro programa que têm aproximado e facilitado a resolução de pendências nos bairros é o Afluentes. Atualmente, o programa desenvolvido pelo setor de Responsabilidade Social da Águas de Manaus já possui integração com mais de 420 líderes comunitários na capital. Essas lideranças possuem um canal direto de comunicação com a concessionária via Whatssap, em grupos listados de acordo com as regiões de abrangência. Com essa comunicação direta, 80% das solicitações dos moradores são resolvidas em menos de 24 horas.

Ações em Andamento – Entre as ações que estão em andamento, estão a finalização das obras e inauguração de cinco novos reservatórios. Três já foram entregues para a população. Ainda este ano novas unidades nos bairros Cidade de Deus e Colônia Santo Antônio serão inauguradas. A população já conta com novas unidades nos bairros Compensa, Cidade Nova e Jorge Teixeira.

Além disso, a empresa também executa obras de expansão de rede em comunidades no bairro Tarumã, na zona Oeste, com mais de 12 mil pessoas beneficiadas. Serão executados 22 mil metros de rede de água, perfuração de 3 poços e construção de um reservatório de 300 mil litros. A concessionária também está promovendo obras de duplicação de adutoras no bairro da Alvorada, zona Centro-Oeste, que beneficiará mais de 1 milhão de pessoas com aumento de 22% de capacidade de água.

Outro local que está recebendo serviços de substituição de adutoras é o bairro Santo Antônio, na zona Oeste. Essas novas adutoras vão facilitar as manutenções de rede e contribui nas reservações, pois a água chegará mais rápido aos reservatórios e às casas dos moradores. A modernização também irá facilitar os trabalhos de manutenção da nova rede.

Os desafios para os próximos anos englobam maior investimento em projetos para mapeamento do abastecimento de água, obras para melhoria do esgotamento sanitário e projetos sociais e culturais que vão levar ainda mais qualidade de vida e saúde para os moradores. “Temos planos concretos para esses setores e já começamos a promover melhorias como a inauguração de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE´s) e reservatórios de água tratada. Temos um investimento previsto de quase R$ 3 bilhões para garantir que em 2030, 80% de Manaus tenha cobertura de esgoto”, destacou o diretor-presidente da concessionária, Renato Medicis.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here