Ação ambiental do Estado devolve à natureza 17 mil quelônios

Victicipando da soltura José pare governador
Vice-governador José Melo acompanhou a soltura dos quelônios

Desde o último sábado (15) até esta segunda-feira (17), mais de 17 mil filhotes de quelônios, entre tartarugas, tracajás, irapucas/capirãs e iaçás, nascidos nas praias artificiais e viveiros do Centro de Preservação e Pesquisa de Quelônios Aquáticos (CPPQA), localizado na Vila de Balbina, bem como nas regiões dos lagos Maracaranã e Jaroacá, ambos no município de São Sebastião do Uatumã, foram soltos na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã.

tarta1

O vice-governador do Amazonas, José Melo, que acompanhou a soltura dos animais juntamente com o diretor-presidente do Instituto de Terras no Amazonas (Iteam), Wagner Santana, e a secretária do meio ambiente, Camila Amaral, além de representantes da Eletrobras Amazonas Energia, entregou 176 títulos de concessão de direito real do uso de terra no domingo (16) a moradores da região do Uatumã.

tart4

Citando dados do Iteam, Melo afirmou que a regularização fundiária, que já beneficiou diretamente mais de 350 famílias está correlacionada às ações de sustentabilidade e preservação do meio ambiente, já que cada uma das famílias se torna responsável pela manutenção em seu terreno da mata nativa, fauna e toda atividade de coleta de produtos naturais. “Essa entrega de títulos fundiários, apoiada na sensibilização dos mais velhos e educação dos mais jovens, é fundamental para o sucesso do projeto, trabalho que começa em agosto, quando tracajás e iaçás estão no período de desova e deixam seus ovos nas praias”, acrescentou.
A soltura de quelônios no Juruá, Carauari, Itamarati e na Reserva Biológica do Abufari, na região do Purus acontece anualmente no Estado.

AMB3

amb2

Entre os objetivos dessa ação está a de conscientizar a população tradicional daquela região de que consumir o animal, os ovos ou praticar a caça predatória é crime ambiental. “Daí a importância da rede pública de ensino nesse processo. É por meio das escolas que o Estado vem orientando desde cedo crianças e a juventude (nossos principais multiplicadores!) para que, no futuro, elas possam sensibilizar seus pais, avós e irmãos, semeando a conscientização”, finalizou.
A ação acontece no município de São Sebastião do Uatumã e também envolve comunidades dos municípios de Presidente Figueiredo e Itapiranga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here